“Ainda sonhamos com o título” diz Marcos Birigui sobre final com Genus


Com o apoio de mais de 3 mil torcedores, o Genus conseguiu a vitória em casa por 2 a 1 e saiu em vantagem para a partida de volta. Jogo acontece na tarde do sábado, 4.


Nuvens negras pairam sobre o VEC nas últimas semanas. Salários atrasados, jogadores em greve, mudanças de técnicos, campanha para saída do presidente, enfim, um período de turbulência. Para o primeiro jogo da final do Campeonato Rondoniense, no estádio Aluízio Ferreira, o Lobo do Cerrado viajou com 11 atletas. Em contrapartida, com o apoio de mais de 3 mil torcedores, o Genus conseguiu a vitória por 2 a 1 e saiu em vantagem para a partida de volta.
- Não nos preparamos para decidir. Foi uma semana muito difícil. Chegamos lá como presas fáceis. Mas os jogadores se superaram e fizeram uma grande partida. O resultado deixou o campeonato em aberto. Vais ser difícil, mas ainda sonhamos com o titulo. Na força do nosso torcedor, acredito que podemos ganhar a partida – enfatiza Birigui.   
O zagueiro Vinicius e o meia Diego Siqueira voltam, e a equipe soma 13 jogadores para a final. E quem está firme na equipe são os meninos da base. O meia Kleber William, o Tuquinha, de 18 anos, já atuou no time como volante e lateral e diz que quer atender a confiança do técnico. O atacante Lucas Andrade, de 20 anos está confiante na vitória. 
- Não está nada definido. Fomos para lá com o propósito de fazer uma boa partida e acho que a gente fez. Agora dentro de casa, vamos nos impor, vamos para cima, buscando o resultado – conclui Lucas. 
Vilhena e Genus no Portal da Amazônica (Foto: Eliete Marques)Partida final entre Vilhena e Genus acontece no Portal da Amazônia (Foto: Eliete Marques)

O Lobo precisa derrotar o Genus por dois ou mais gols de diferença para ser campeão diretamente. Vitória do Vilhena por diferença de um gol leva a decisão para os pênaltis. A final acontece no próximo sábado, no estádio Portal da Amazônia em Vilhena, às 16h. 

02 julho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Vilhena x Genus: quatro jogadores disputam a artilharia do Rondoniense

Jogo acontece às 16h do sábado, 4, no Portal da Amazônia. Cabixi, Salatiel, Tcharles e Fernandinho disputam pela artilharia com 7, 5, 5 e 4 gols marcados respectivamente.


 aguardada última partida do estadual vai definir não só o campeão do Rondoniense, mas também o artilheiro da competição. Na briga pelo título disputam quatro jogadores, sendo dois de cada clube. O jogo final acontece à partir das 16h no Portal da Amazônia. 

Pelo lado do Lobo do Cerrado, Cabixi desponta na tabela, com 7 gols marcados, seguido de Salatiel, que balançou as redes cinco vezes. Já no aurigrená, quem disputa pela artilharia é Tcharles, que marcou dois gols na partida de ida da final, totalizando cinco marcados, e Fernandinho com saldo de quatro gols.
Com o placar de 2 a 1 para o Genus no primeiro jogo, realizado no Aluízio Ferreira, o Vilhena precisa vencer por uma diferença de dois gols para levantar a taça do estadual, enquanto o time da capital joga por um empate.
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Estadual: final entre Vilhena e Genus tem mudança de horário para as 16h

Jogo estava marcado para as 20h, do próximo sábado, mas a FFER anunciou a alteração no horário, devido a problemas na iluminação no Portal da Amazônia.


A partida da volta entre Vilhena e Genus, anteriormente marcada para as 20h, foi alterada para as 16h, pela Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER). Segundo a entidade, um ofício enviado pela Secretaria de Esporte e Cultura (Semec) de Vilhena, dando conta da impossibilidade de o Portal da Amazônia receber jogos no período noturno, seria o motivo da mudança no horário do confronto, que vai acontecer no próximo sábado. 
A entidade disse ainda que o ofício encaminhado dá conta de que o estádio da cidade localizada no cone sul do estado não tem condições para receber partidas no período noturno, por causa de problemas na iluminação.  
Na primeira partida da final, o Genus venceu o VEC por 2 a 1, jogando em Porto Velho. Agora, o Lobo do Cerrado precisa derrotá-lo por dois ou mais gols de diferença para ser campeão diretamente.Vitória do Vilhena por diferença de um gol leva a decisão para os pênaltis. 
01 julho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Ingressos para a final entre Vilhena e Genus estão à venda até sexta, às 18h

A partir dessa data, entradas serão vendidas pelo valor de R$ 20. Segundo definido pela diretoria do VEC, meia entrada para estudante será comercializada no sábado.


A diretoria do Vilhena informou que já estão à venda os ingressos para a segunda partida da final, que será realizada entre o time da casa contra o Genus, no próximo sábado, às 16h, no Portal da Amazônia. Segundo o VEC, as entradas para a decisão podem ser adquiridas na Banca do Zoio, escritório do clube e na Banca da Charlene.
Ainda conforme a diretoria, os ingressos promocionais antecipados estão à venda por R$ 10,00 até às 18h de sexta-feira, 3. A partir desse horário, as entradas serão vendidas pelo valor de R$ 20. Segundo definido pela diretoria, meia entrada para estudante será comercializada apenas no sábado, pelo valor R$ 10,00, nos pontos de vendas. 
O primeiro jogo da final do estadual foi realizado em Porto Velho, no último fim de semana. A equipe da capital rondoniense venceu a partida por 2 a 1 e agora o Vilhena precisa ganhar por diferença de dois ou mais gols, para ganhar o título diretamente. 
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Torcedores do Vilhena promovem campanha para saída de Dalanhol

Imagem e hashtag estão sendo compartilhadas nas redes sociais, pela torcida.


Com folhas de pagamentos de jogadores atrasadas, o Vilhena passa por uma de suas piores crises. A insatisfação não é só dos integrantes do elenco que estão com os salários atrasados, mas também da torcida, que na semana passada lançou uma campanha nas redes sociais para que o atual presidente da agremiação, Carlos Dalanhol, renuncie à posição que ocupa no clube.  
Uma imagem está sendo compartilhada na internet com os seguintes dizeres “Gaúcho, você não me representa, sou torcedor do VEC e não aguento mais sua má administração, salários atrasados, jogadores passando necessidades, contas atrasadas, etc... Renuncie Já!”. Até uma hashtag foi criada: #ForaGauchodoMilho. Segundo Cimá Freitas, um dos torcedores que participa da campanha, a ação tem como objetivo sensibilizar a população sobre a situação que os jogadores do time estão passando, em referência à falta de pagamentos. 
- A gente não pode deixar isso quieto. Nós torcedores do VEC, que gostamos do clube, temos que tentar fazer alguma coisa para que isso mude. Se não mudar a administração, que eles mudem seus conceitos, para que possam ajudar os jogadores, e assim eles possam ter condições de desempenhar todo o seu trabalho – ressalta Cimá Freitas. 
Carlos Dalanhol, também conhecido como Gaúcho do Milho, diz que as pessoas que estão promovendo essa campanha não conhecem a realidade financeira da agremiação e não têm amor pela equipe. Destacou que o torcedor que realmente gosta do time e que entende a situação difícil que o Lobo do Cerrado vem passando se sensibiliza de outra maneira, como por exemplo, comprando uma camisa, ou ainda adquirindo ingressos nos jogos no estádio Portal da Amazônia. Outra alternativa para ajudar o clube, aponta  o presidente, é se associando ao programa sócio-torcedor.
- É bem mais fácil se associar ao clube a dez reais do que fazer campanha para derrubar o presidente – enfatiza. 
Campanha pedindo renúncia de Carlos Dalanhol da presidência está sendo promovida por torcedores nas redes sociais  (Foto: Divulgação/Torcida)Campanha pedindo renúncia de Dalanhol é promovida por torcedores nas redes sociais (Foto: Divulgação/Torcida)

30 junho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Birigui dá "puxão de orelha" em time, que consegue diminuir contra o Genus


Treinador disse que o Vilhena tinha que atacar ao invés de defender contra o Aurigrená, após o primeiro tempo da partida de ida da final do Rondoniense.


O técnico Marcos Birigui analisou a atuação do Vilhena diante do Genus, após o primeiro tempo do jogo realizado no último sábado, em Porto Velho. Experiente, o treinador disse que o time tinha que parar de defender e começar a atacar, se quisesse mudar o resultado negativo até aquele momento, pois o VEC perdia por 2 a 0, no confronto de ida da final do estadual. 
- Temos que melhorar a posição, e atacar ao invés de defender. A gente sabia que seria difícil, mas agora é achar um gol – analisou o técnico recém-contratado, devido a uma crise que se instalou no Lobo do Cerrado nos últimos dias. 
Ao que tudo indica, a bronca que o treinador deve ter passado em seus jogadores parece ter dado certo e o Vilhena conseguiu marcar o seu, no segundo tempo, com um gol do artilheiro da competição, Cabixi, que chegou ao sétimo gol. 
Agora, o Lobo do Cerrado precisa vencer por dois gols de diferença, no próximo confronto contra o Genus, para conquistar o título do estadual e a vaga para a copa do Brasil de 2016. 
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Mesmo com a derrota Diretor do VEC diz que o título não sai de Vilhena


O VEC saiu de campo derrotado na noite deste sábado pelo Genus por 2 a 1, no estádio Aluízio Ferreira, pelo jogo de ida da decisão do Campeonato Rondoniense Gazin 2015.

Após a derrota, o diretor de futebol do VEC, José Natal Jacob, o popular Natalzinho, confirmou que o jogo foi bastante disputado. “Estávamos com apenas 11 atletas sendo que destes quatro são das categorias de base do VEC. Foi um grande resultado”, classificou.

O dirigente aproveitou para alfinetar o Genus para o próximo jogo. “Após esse jogo, quero dizer que o Genus terá que esperar mais um ano para ser campeão”, ressaltou.

Para levar o título, o Vilhena precisa vencer por dois gols de diferença para garantir o título estadual.

As duas equipes retornam a campo no próximo sábado no estádio Portal da Amazônia. A FFER deve confirmar a mudança no horário do jogo de volta da final devido a problemas nas torres de iluminação do local.

FONTE: Futebol do Norte
29 junho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Polêmico, Dalanhol comenta situação do Vilhena: "não tem mais dinheiro"


Buraco na folha de pagamento do clube chega à casa dos R$ 120 mil, segundo o próprio presidente, que ressaltou uma dívida do governo do estado de R$ 70 mil.


O presidente do Vilhena Carlos Dalanhol comentou sobre a perda do título do segundo turno do Campeonato Rondoniense, que aconteceu no último fim de semana, e sobre os atrasos de salários que os jogadores tanto reclamam. Dalanhol disse que o clube está com 23 atletas no elenco, mas que no momento, 10 estariam fora, por causa dos problemas financeiros. 
Polêmico, o presidente chegou a comentar que faltou brilho na partida contra o Genus, realizada no Portal da Amazônia. Dalanhol contou que o confronto teria sido uma grande oportunidade para o VEC levar o título, pelo fato de a equipe adversária ter jogado grande parte do duelo com um homem a menos. 
Mudando para a situação financeira do time, informou que falta receber R$ 70 mil, dinheiro que deveria vir do governo do estado, por publicidade feita no ano passado, quando o Lobo do Cerrado enfrentou o Palmeiras pela Copa do Brasil. O presidente também afirmou que tem que montar o time para a Série D do Brasileiro, marcada para começar daqui a aproximadamente 15 dias. Ainda destacou que o VEC tem patrocínio para disputar a competição nacional, mas que o clube não pode gastar o dinheiro para pagar contas do estadual. 
Falando em números, destacou que o buraco na folha de pagamento do Vilhena chega à casa dos R$ 120 mil. O presidente já teria até dito aos jogadores que o time não tem dinheiro. 
- Já falei para os jogadores que não tem mais dinheiro e nós não temos perspectiva de arrumar. No fim de semana, a gente esperava vender os mil ingressos para fazer pelo menos R$ 20 mil, mas num jogo às 15h30, quem vem para o campo? A gente vendeu 700 ingressos antecipados e depois mais 170 ingressos na hora, além das 200 cortesias. Deu R$ 10 mil e pouco, só que os juízes levaram R$ 3 mil e pouco, mais as despesas com vestiário e hotel para a concentração, não sobrou nada – explicou. 
As partidas da final entre VEC e Genus estão marcadas para os dois próximos sábados. O primeiro jogo acontece no Aluizão e o segundo no Portal. Os dois duelos serão às 20h.  
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Mesmo com derrota, Souza elogia atuação do Vilhena: "nos superamos"


Atacante do VEC considera o resultado de 2 a 1 para o Genus como bom, pelos fatores extracampo, e já que o Lobo do Cerrado decide o Rondoniense em casa.


O jogador Souza comentou sobre a atuação do Vilhena na partida de ida da final do Campeonato Rondoniense, realizada no último fim de semana, no estádio Aluízio Ferreira. Para o craque, o time jogou bem e se superou, com a derrota de 2 a 1 para o Genus, que para ele não foi ruim, porque a equipe perdeu por diferença de apenas um gol, fora de casa. 

- A gente está de parabéns! Jogamos contra o Genus e nos superamos, jogando pela camisa. Demos a nossa cara à tapa aqui diante de mais de três mil torcedores e conseguimos um bom resultado. Para a próxima partida, temos que esquecer os fatores fora de campo e ir para cima, em busca do título – disse o experiente atacante. 
O próximo jogo entre Vilhena e Genus é no sábado, 4, no Portal da Amazônia. O Lobo do Cerrado precisa vencer por diferença de dois gols, para levar a taça, sem precisar disputar os pênaltis. 
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo
Tecnologia do Blogger.

MUSEU VIRTUAL

COMPAREÇA AOS JOGOS

COMPAREÇA AOS JOGOS

FUTEBOL DE RONDÔNIA

OFERTAS

LOBOS DO CERRADO

Arquivo

Copyright © Vilhena Esporte Clube - Blog do Torcedor - Criado por João Eduardo Caldeira - Design por Patricky Gabriel Sarturi