Atacante Cabixi troca o Vilhena pelo Cuiabá e vai jogar Brasileirão Série C


"O Cuiabá um clube com melhor estrutura. Na Série C tem mais visibilidade", disse o atacante. O contrato do atacante com o VEC encerrou nesta terça-feira.


O atacante Cabixi não faz mais parte do plantel do Vilhena. O jogador está de malas prontas com destino ao Mato Grosso, onde passa a integrar o elenco do Cuiabá (MT). Com isso, o atacante deixa de jogar a Série D para disputar o Brasileirão Série C. A informação foi confirmada aoGloboEsporte.com pelo próprio jogador, por telefone, na tarde desta terça-feira.
Cabixi, atacante do Vilhena-RO (Foto: Eliete Marques)Cabixi, atacante do Vilhena-RO (Foto: Eliete Marques)
- Acabei de rescindir meu contrato com o Vilhena. Eu fiz um bom trabalho no Poconé durante o estadual mato-grossense e agora o Cuiabá me convidou. Devo ir hoje a noite ou amanhã (terça-feira). O Cuiabá um clube com melhor estrutura. Na Série C tem mais visibilidade e com isso você tem mais chance de chamar a atenção de clubes maiores. Vou com o intuito de fazer um bom campeonato, fazer mais gols para ajudar o time a se classificar - afirma.
Neste ano, o Vilhena passa por mais uma crise financeira e o jogador sai sem receber os três últimos salários. No entanto, Cabixi acredita que o time terá forças para se classificar e deposita no grupo, comandado pelo técnico Marcos Birigui, a confiança de levar o time adiante na competição. No último jogo pelo Vilhena, contra o Rio Branco-AC, o atacante foi o ator do único gol do time rondoniense na partida.
Cabixi, artilheiro do Rondoinense, com Marcos Birigui e José Natal (Foto: Dennis Weber)Cabixi, artilheiro do Rondoinense, com Marcos Birigui e José Natal (Foto: Dennis Weber)
- O Vilhena tem chance de classificação. Está numa chave difícil, perdeu dois jogos, mas tem bons resultados e jogadores muito competentes. E acredito que tem chances sim de se classificar e até chegar a Série C.
Histórico
Cabixi foi revelado pelo Vilhena. Natural do município de Cabixi, daí a origem do apelido, o atacante, que nasceu Erivelton da Silva Lima, começou a se destacar aos 17 anos. Com passagens por times do Paraná e Mato Grosso, o atacante sempre teve preferência por jogar em Rondônia e, no início da carreira, conciliava os gramados do estádio com os pátios da escola onde trabalhava como vigia

Aos 32 anos, esta será a primeira vez que o jogador vai disputar uma Série C. Ele já participou, pelo VEC, de Copa do Brasil, Copa Verde e Campeonato Brasileiro Série D. 
04 agosto 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

TJD-AC nega irregularidade após Rio Branco escalar goleiro de 15 anos na D

Vilhena questiona, diz que aguardará posicionamento da CBF e ameaça ir ao STJD por Rio Branco ter usado jogador de 15 anos em jogo do Brasileiro. Entenda o caso.


O goleiro Gabriel Carvalho, de apenas 15 anos, estava no banco e precisou entrar em campo no segundo tempo após a expulsão de Roger Kath, do Rio Branco, na vitória por 2 a 1 contra o Vilhena, pela 4ª rodada do grupo A1 da Série D. A questão levantou uma polêmica: jogador com essa idade pode atuar no futebol profissional? O GloboEsporte.com ouviu o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Acre (TJD-AC), Giordano Simplicio Jordão, sobre o assunto.
Ele explicou que a Lei Pelé veda a participação de atletas não profissionais com mais de 20 anos em competições profissionais. Quando o atleta tem entre 14 e 20 anos, a lei possibilita que ele receba auxílio financeiro do clube, sob a forma de bolsa de aprendizagem com contrato formal. Portanto, segundo Simplicio, com menos de 16 anos, o atleta não pode assinar contrato profissional, mas pode jogar como não profissional (no caso de Gabriel, amador).
- O Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol, no seu artigo 7º, afirma que só poderá ter contrato especial de trabalho desportivo o atleta maior de 16 anos. Porém, de acordo com o artigo 2º do mesmo regulamento, ele pode ser inscrito na CBF como atleta não profissional, a partir de 12 anos. E de acordo com o regulamento da Série D, a única exigência necessária para jogar é a inscrição na CBF. Em nenhum momento há limite de idade.
A reportagem também entrou em contato com o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para esclarecer a situação, mas até a publicação desta matéria a resposta não foi enviada.

Vilhena espera por CBF

Por telefone, o diretor de futebol do VEC, José Natal, afirmou que o time aguardará um posicionamento oficial da CBF sobre o caso. Se a entidade não se manifestar, o clube pretende ir ao STJD.
- Se precisar de denúncia, vamos fazer. Ficamos sabendo disso através da mídia. A Lei Pelé é bem clara, jogadores apenas acima de 16 anos podem atuar. Entendemos que há irregularidade, mas se a CBF não se manifestar, iremos entrar com recurso sim (no STJD). A Lei Pelé é soberana a isso (regulamento de competições da CBF). Isso é questionável.
Rio Branco nega irregularidade
Em nota na página oficial do clube numa rede social, a diretoria do Rio Branco se pronunciou sobre o caso. O clube se baseia no regulamento geral de competições da CBF. No artigo 39, diz que "é vedada, nas partidas das competições, a participação de atletas não profissionais com idade superior a 20 anos". No parágrafo único, completa: "Os clubes poderão incluir nas súmulas de suas partidas até cinco atletas não profissionais observado o limite de idade".
Rio Branco emite nota para esclarecer escalação de goleiro de 15 anos (Foto: Reprodução/Facebook)Rio Branco emite nota para esclarecer escalação de goleiro de 15 anos (Foto: Reprodução/Facebook)
- Gabriel está inscrito no clube e na CBF com um vínculo não profissional, devido à sua idade. Depois do acidente envolvendo o goleiro Tiago Rocha, na última semana, nós consultamos o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, para saber se haveria alguma irregularidade em escalar o jovem Gabriel na partida contra o Nacional. O mesmo assegurou não haver qualquer problema e Gabriel ficou no banco de reservas naquela partida. Nesta semana, contratamos o goleiro Ricardo Vilar para repor o setor, mas, até a última sexta-feira, o seu nome não apareceu no BID da CBF, estando impedido de atuar na partida contra o Vilhena na tarde de ontem. Assim, tivemos de recorrer novamente à participação de Gabriel na equipe - afirma a nota.
Da base, Gabriel passou a ser opção na Série D por falta de nomes na posição. Tiago Rocha, titular, sofreu acidente de moto e só volta na segunda metade de agosto. Ricardo Vilar, contratado na semana passada, ainda não havia sido regularizado. E Roger Kath, único disponível, acabou expulso no jogo. Na próxima rodada, contra o Náutico-RR, no domingo (9), fora de casa, Vilar deve ser o camisa 1, com Gabriel novamente no banco.
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Cabixi lamenta derrota do VEC frente ao Rio Branco: "não achamos espaço"

Time de Rondônia perde por 2 a 1 mesmo jogando com um jogador a mais durante boa parte da partida, válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série D.


O atacante do Vilhena Cabixi comentou sobre a derrota por 2 a 1 frente ao Rio Branco-AC, na partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série D, que aconteceu neste domingo, no estádio Arena da Floresta. O jogador lamentou o resultado, já que o VEC jogou com um jogador a mais durante boa parte do confronto.
- Infelizmente, não conseguimos achar espaço, mesmo com um jogador a mais. Série D é desse jeito. Agora, vamos consertar nesses 15 dias que teremos de folga para vencer eles na nossa casa - projetou otimista. 
A próxima partida do Vilhena é contra o mesmo Rio Branco, mas no estádio Portal da Amazônia, no dia 16, às 17h. 
03 agosto 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Com goleiro de 15 anos, Rio Branco vence VEC e entra no G-2 da Série D

Charles Chenko e Jean Carlos marcam e garantem segunda vitória do Estrelão, que chega aos seis pontos e é o vice-líder do grupo A1. Vilhena segue com quatro pontos.


Em um jogo que parecia tranquilo, o Rio Branco-AC passou sufoco diante do Vilhena e venceu o time rondoniense por 2 a 1 (veja no vídeo acima) neste domingo (2), na Arena da Floresta, na capital acreana. Charles Chenko desencantou e Jean Carlos, estreante, fez golaço, garantindo, dessa forma, o triunfo. Cabixi, de pênalti, diminuiu para o VEC. O Estrelão terminou o confronto com um goleiro de apenas 15 anos em campo. O duelo foi válido pela quarta rodada da fase de classificação do grupo A1 do Campeonato Brasileiro da Série D.
rio branco-ac x vilhena arena da floresta série d 2015 (Foto: João Paulo Maia)Charles Chenko (à direita) marcou um dos gols da vitória do Rio Branco (Foto: João Paulo Maia)
Com o resultado, o Estrelão do Acre poderia ter terminado na ponta da chave, mas, em confronto simultâneo, o Remo derrotou o Náutico-RR por 3 a 0, no Pará. O Rio Branco assumiu a segunda posição, com seis pontos, um a menos que o Leão. O VEC caiu para a penúltima colocação do grupo, com quatro pontos.
Na próxima rodada, o Rio Branco vai a Roraima enfrentar o Náutico-RR no próximo domingo (9), às 17h (de Brasília), no estádio Ribeirão, em Boa Vista. O VEC folga e só volta a jogar no dia 16, novamente contra o Estrelão, dessa vez no Portal da Amazônia, às 17h (de Brasília).
rio branco-ac x vilhena arena da floresta série d 2015 (Foto: João Paulo Maia)Rio Branco dominou as ações no primeiro tempo (Foto: João Paulo Maia)
Blitz estrelada
O Alvirrubro, com apoio de 958 torcedores pagantes, iniciou a partida com pressão total em cima do time visitante. O Rio Branco por pouco não abriu o placar em menos de 10 minutos. Primeiro, Kássio arriscou de fora da área e Wagner fez grande defesa. Depois, após cruzamento na área, Carciano cabeceou para fora.
O gol, enfim, saiu aos 13. Jean Carlos lançou, Charles Chenko ganhou dividida com o goleiro Wagner e a bola entrou lentamente. Aos 31, o Rio Branco ampliou. Jean Carlos, estreante do dia, recebeu na esquerda, puxou para o meio e soltou a bomba, sem chances para o arqueiro adversário.
Gabriel Carvalho, goleiro do Rio Branco-AC (Foto: Reprodução/GloboEsporte.com)Gabriel Carvalho, goleiro do Rio Branco-AC (Foto: Reprodução/GloboEsporte.com)
Goleiro da base
Na etapa final, o time da casa diminuiu o ritmo e o Vilhena aproveitou. Com Lucas Andrade, aos 13, quase o Lobo do Cerrado chegou ao empate. O meia invadiu pela direita e chutou cruzado. O goleiro Roger Kath só observou a bola sair. O Estrelão passou a apostar em contra-ataques.
Aos 25, Roger Kath saiu mal do gol, derrubou Lucas Andrade na área, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. O detalhe é que o goleiro reserva do Rio Branco, Gabriel Carvalho, tem apenas 15 anos - reserva do sub-19. Isso porque Tiago Rocha, titular da posição, está lesionado e Ricardo Vilar, apresentado durante a semana, não foi regularizado a tempo. Na cobrança do pênalti, Cabixi não desperdiçou: 2 a 1. Mas a reação ficou aí.
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Rio Branco-AC coloca 2 mil ingressos à venda para jogo contra o Vilhena

Bilhetes para duelo de domingo (2), pela Série D, estão à disposição da torcida nas bilheterias do CT José de Melo, em Rio Branco. Preços: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).


A diretoria do Rio Branco-AC colocou dois mil ingressos à venda para a partida diante do Vilhena, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Os bilhetes terão os seguintes valores: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).
Segundo o clube acreano, os torcedores podem comprar as entradas de forma antecipada nas bilheterias do CT José de Melo, localizado no Centro de Rio Branco. Os ingressos também serão vendidos no dia do jogo, a partir das 15h (local), nas bilheterias da Arena da Floresta.
Com três pontos, o Estrelão encara o VEC no domingo (2), às 19h (de Brasília), na Arena da Floresta. O time rondoniense tem quatro pontos e também disputa uma vaga na próxima fase da competição nacional.
31 julho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Vilhena contrata volante Maxsuel para reforçar equipe na Série D

Jogador chega para disputar vaga com Cucaú e Dourado. Lobo do Cerrado joga no próximo domingo, contra o Rio Branco-AC, na Arena da Floresta.


O volante Maxsuel é o mais novo reforço do Vilhena para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. Sem fazer alardes, o clube fez um contrato de pouco mais de três meses e, nesta quinta-feira, o jogador já treinava com o restante do elenco no estádio Portal da Amazônia.
O jogador, de 33 anos, tem passagens pelo futebol mineiro, em clubes como Uberaba, Caldense e América-MG. Apesar da importância, Maxsuel ainda precisa brigar pela vaga com Cucaú, Dourado. Por enquanto ele ocupa o banco de reserva ao lado de Tuquinha.
Atualmente, o Lobo do Cerrado ocupa a terceira colocação do grupo A1, logo atrás de Nacional-AM e Remo. Os três tem a mesma pontuação (quatro pontos), mas a diferença está no saldo de gols.
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Zagueiros do Vilhena roubam a cena e são mais decisivos que atacantes

Alex Barcelos e Pablo foram os autores dos gols do Vilhena até aqui. Do grupo A1, apenas o zagueiro Henrique, do Remo, também converteu.


Já dizia o bom e velho ditado: "quem não tem cão caça com gato". É o que anda fazendo o Vilhena no Campeonato Brasileiro Série D. Em três jogos, marcou duas vezes, mas os autores do gols não foram os atacantes. Os zagueiros roubaram a cena e definiram para o representante rondoniense na competição. A chance de mudar esse roteiro será no próximo domingo, quando o Lobo do Cerrado enfrenta do Rio Branco-AC.
Arena da Amazônia Nacional e Vilhena (Foto: Isabella Pina)Atacantes do Vilhena não estão em boa fase (Foto: Isabella Pina)
A última vez que um atacante balançou a rede adversária a favor do Vilhena foi na final do Campeonato Rondoniense, quando o time ficou com o vice estadual. O atacante Cabixi marcou duas vezes, mas desde então, não conseguiu ter um bom aproveitamento. E na última partida, por conta do vencimento do contrato, o jogador não apareceu no BID e ficou fora da partida.
- A vontade é de sempre estar em campo ajudando a equipe, mas infelizmente não deu. Agora é dedicar para eu voltar ajudar minha equipe a fazer gols, para sair com a vitória e conseguir a classificação - afirma o atacante, que no acumulado do ano, tem 17 gols marcados.
Na partida contra o Remo, os atacantes até que tiveram chances, mas quem mandou a bola para fundo da rede foi Alex Barcelos, que garantiu o empate em casa. Já a vitória sobre o Náutico-RR veio da cabeça do zagueiro Pablo. Coincidência ou não, os dois gols se originaram de bola parada. A primeira de uma cobrança de falta e a segunda de escanteio. Sobre o gol, o zagueiro Pablo falou:
- Na verdade eu nem tinha percebido que tinha sido gol. Dividi com o goleiro, acabei sem querer fechando os olhos ali e na hora que o André veio e comemorou comigo eu vi que tinha sido gol. E graças a Deus eu pude fazer esse gol. Independente de qualquer um que tenha feito, foi um resultado importante, não importa se ganhou de uma a zero e o que importa é que o resultado veio e a gente garantiu os três pontos - comentou.
Sobre o duelo contra o Rio Branco-AC, o grupo tem feito treinos regulares e, aperfeiçoado a marcação e as finalizações. Tudo para que os atacantes consigam atingir o objetivo, fazer gols, e garantir a vitória para o Lobo.
- Sabemos da qualidade da equipe do Rio Branco. Mas a nossa equipe está ciente da dificuldade que vai encontrar e se Deus quiser a gente vai lá buscar um bom resultado - finaliza Cabixi.
GRUPO A1
Mas não são apenas os zagueiros do Lobo do Cerrado que andam balançando a rede no grupo A1. Pelo Rio Branco-AC, próximo adversário do tricolor rondoniense, o zagueiro Carciano foi um dos autores dos gols de garantiram a vitória sobre o Nacional-AM. O atacante Giancarlo foi o autor do outro. Já o time amazonense, os gols foram marcados pelos meias Junior Paraíba e um lateral PeterJá o Náutico-RR o atacante Alex foi o autor no único gol do time até aqui. O representante paraense, Remo, é o único que teve a contribuição de um zagueiro. Henriquemarcou na vitória sobre o time acreano. Já no empate contra o VEC, quem marcou foi o volante Chicão.
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Com todos os titulares, Birigui trabalha marcação e finalização no Vilhena


Desafio é derrotar o Rio Branco-AC, fora de casa, para fazer boa campanha na Série D.

Determinação é o que não falta para o Vilhena fazer conquistar o acesso à Série C. Apesar de todos os problemas que o clube vem enfrentando, como salários atrasados e ainda falta de elenco para o banco de reservas, caso que aconteceu no último jogo, o grupo não desanima e já deu início aos treinamentos para a próxima rodada. O desafio agora é vencer o Rio Branco-AC fora de casa, pela quarta rodada da Série D.

Encostado em Nacional e Remo, que encabeçam o grupo A1, o Vilhena começou a semana já colocando em forma os atletas que não jogaram na partida contra o Náutico-RR. Aos cuidados do preparador físico Adriano Garcia, os jogadores Edilsinho, Cabixi, Cucaú, os goleiros Naldo e Juliano reforçaram a parte física, com exercícios de força e velocidade, na segunda-feira. Já para o restante da equipe, as atividades começaram na terça.

Pela manhã, todos os atletas foram para a academia e à tarde foi dia de aprimorar a marcação. Finalizações e trabalho de posse de bola também foram cobrados do exigente Marcos Birigui. Nesta quarta-feira, o Lobo do Cerrado deu início aos coletivos no Portal da Amazônia. O técnico agora trabalha para encontrar o melhor esquema tático para vencer o Estrelão.

Vilhena e Rio Branco-AC duelam no próximo domingo, às 19h (de Brasília), na Arena da Floresta, na capital acreana.
30 julho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Árbitro do MT apita Rio Branco-AC x Vilhena, pela 4ª rodada da Série D

Daniel Martins dos Santos, do Mato Grosso, comanda o confronto entre Estrelão e Lobo do Cerrado. Jogo está marcado para domingo (2), às 19h (de Brasília), no Acre.


O árbitro Daniel Martins dos Santos, do Mato Grosso, vai apitar o duelo entre Rio Branco-AC e Vilhena, pela 4ª rodada da primeira fase doCampeonato Brasileiro da Série D. Jean Carlos Rodrigues da Silva e Mario Jorge Ferreira Lima, ambos do Acre, são os assistentes escalados.
Segundo o site oficial da CBF, Daniel Martins dos Santos é funcionário público e acumula trabalhos em jogos das Séries B e C do Brasileiro nesta temporada.
Rio Branco e Vilhena se enfrentam no próximo domingo (2), às 19h (de Brasília), na Arena da Floresta, na capital acreana. O jogo é considerado de "seis pontos", já que as duas equipes disputam vaga no G-2.
29 julho 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo
Tecnologia do Blogger.

MUSEU VIRTUAL

COMPAREÇA AOS JOGOS

COMPAREÇA AOS JOGOS

FUTEBOL DE RONDÔNIA

OFERTAS

LOBOS DO CERRADO

Arquivo

Copyright © Vilhena Esporte Clube - Blog do Torcedor - Criado por João Eduardo Caldeira - Design por Patricky Gabriel Sarturi